Sábado, 23 de Dezembro de 2006
Certezas
É nestas alturas que sinto que á coisas que posso adiar… mas não por muito tempo…
A noite ontem foi 1 fenómeno… adorei… mais uma vez inesquecível… de certa forma começo-me a sentir despida á tua beira… parece k já m conheces desde criança… uma coisa é certa … ninguém me conhece tão bem como tu… talvez ninguém se mostrou merecedor… ou talvez ninguém mostrasse querer saber tanto sobre mim… talvez fosses a pessoa que eu sinto que está mais preocupada c o k eu realmente sinto… c o meu bem estar… sem por em questão o futuro… ou o k ker s seja… só eu e o k realmente m faz sentir bem… talvez por isso eu deixasse k m conhecesses mas também não esperava k a tua “inteligência “ fosse capaz d interpretar tanta coisa com tão pouco que eu fosse dizendo.
Também sei que há pessoas que querem saber mais sobre mim … ou sobre o k se passa…. Talvez não me mostre tanto … porque acho k essas pessoas não querem saber para meu bem… não se preocupam com o que realmente me faria feliz…
  
Senti-me tão solta ontem… n m lembro d m ter sentido assim tão bem… á tanto tempo k n era assim ? Porque ? Porque será k me fechei … que deixei d ser eu… para me “moldar” (acho eu) ao k esta a minha volta…. O k será k m fez tomar esta atitude perante os outros ou a vida !…. Medo? Mas medo d k? não devia ser d perder ninguém … nem d magoar ninguém… então k seria? N faço a mais pálida ideia do k é k s terá passado… nem sei dizer quando é k tudo começou…
  
1 estúpido pensamento – acho k s o amor não existe da forma k eu o idealizava … então casar deixou d estar nos meus planos…. Juntar sim… casar p k? s n é um conto d fadas …p k fazer d princesa… é estúpido
 
Ás vezes sinto que estava a enganada á cerca dos meus sentimentos sobre o Ex, e de ti sempre soube o que era… mas não aceitava!!! Raios parta a sensação estúpida…Falta-me o whisky agora….
  
 
tags: ,
publicado por My Way às 11:40
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006
Perto do Natal!!!
O Natal aproxima-se. Odeio esta época… Por motivos lógicos esta altura aborrece-me. 
A mesa tão vazia… este ano tenho estranhos a mesa… tudo num fingimento que parece impossível existir.
Que raio de ambiente vai estar. Aproxima-se a altura do natal … pensei em voltar a falar com a MARIA. É época de natal…de lamechices… não que ela tenha razão…e sei que quando o fizer que se vai achar cheia de razão, mas um problema de cada vez…
 
E o ano novo normalmente era com o MANEL.
 
Natal? Sem o meu Perfeito? Hum… não me parece… assim não é natal!!! Natal…. Não me parece não…mas por outro lado não queria nada chatear-me … nadinha.
 
Tens saudades? Sorri-o sozinha…
Foi a 1º vez que o disses-te sem eu o dizer 1º….  Ás vezes parece que é preciso eu dar um braço para tu dares um dedo… deixa estar… já fico contente por dizeres… you make me smile.
 
Amor… falam de amor… e de felicidade… so pode ser conseguida com razão e coração…. Felicidade talvez… amor nunca… amor é so coração… se fosse razão podíamos escolher de quem gostar!
Como o mundo se tornou…
As pessoas podiam por o cérebro um pouco de lado… Eram mais sinceras com elas e com os outros… de certeza…
Criam um mundo de mentira… Que esta tudo bem…. Que não tem problemas.. para todos acreditarem que são felizes… ate para eles próprios acreditarem… Estúpidos! Falsos!
 
Este pessoal não pensa nada como eu… muita cabeça – pouco coração… ou eu estou errada, ou eles estão certos e a vida tem que ser levada com uma falsidade extrema!
 
Amor e sexo …coisas muito diferentes… umas vezes amor… outras sexo… Certo… isso concordo …
 
E é quase Natal, e nós aqui a falar de tudo, menos no Natal...
publicado por My Way às 12:11
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 19 de Dezembro de 2006
Mais um dia... e mais saudades!!!



Fazes-me sentir mesmo bem…             
Todas as conversas…doíam elas pouco ou nada… acabam da melhor forma.

Enervas-me…e eu continuo a adorar-te.

Fazer perceber que não é crime gostar tanto de alguém, k n foi com quem toda a gente m imaginava…não é facil.... nada fácil.O facto d eu ter consciência que vão falar mal… não vou dizer que não me incomoda.Eu sei que não vou conseguir impedir tal coisa… que quer eu queira quer não.. serei apontada.

Que  mania da sociedade em que cresci que vê o mundo através dos outros… onde a vida dos outros é tema de conversa…Era bom que este pessoal se calasse, e que tudo voltasse á normalidade. Mais vai demorar algum tempo...
Até lá quer eu queira quer não… Sou a vaca mais recente da minha Terrinha…

Paciência
Foi isto a que me propôs … sabia muito bem pelo que tinha que passar.Tento…defender-me… acho isto instintivo… como se me quisesse explicar…

Sei que não entendes muito bem…porque não és assim… e ainda bem…

E se as pessoas próximas me dizem coisas… o que não dirão as outras que só fazem juízos sem me conhecer..Que têm sempre uma palavra a dizer…E depois penso sempre

Que se lixem todossssssssssssssssssssssssssssssssssss
 
Adoro-te
E não há forma disto sair…é bom, é puro e inevitável…
Um bem estar e uma forma de resolução … tão boa … se assim for sempre… não há hipótese…
 
Tenho saudades… a tua presença é tão especial… tão positiva quer para o corpo quer para a alma.Relembro vezes e vezes sem cansar. O teu amor…Os teus abraços. A tua vontade de ficar Ou de me levar... É tudo tão… intenso.
 
É daqueles estúpidos dias que me apetece correr por entre campos com a erva ate as pernas… deitar-me quando tiver cansada e sorrir … ver que sou feliz e agradecer, ter-te conhecido… e trazer ate mim todo este sentimento que não imaginei que fosse possível tanta perfeição nele… (no sentimento).
 
Não sei de quem é a musica… mas eleva-me
Uma voz meiga doce e decidida.
Parou a musica…
já sou capaz de dizer que te adoro.
Hoje fui mazinha contigo… já te disse… é o medo de te perder..faz com que diga coisas que sei que não há necessidade..pois eu sei o que sentes… eu sinto … eu vejo…
És tudo….és o que é importante... és a minha força… és por quem luto.
Adoro-te, adoro-te, adoro-te…
 
Bom… fartei-me de escrever…
 
I Love You.
publicado por My Way às 12:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2006
No mínimo embaraçoso!

 

Dia complicado ontem á noite… o Ex. pela 1ª vez teve contacto comigo desde que terminamos. E eu, estava contigo… Sim, talvez seja esse o termo, senti-me culpada…

Culpada de o fazer sofrer, culpada de tudo isto acontecer. Sei que não sou… porque já lhe tinha dito que estava apaixonada e também já lhe tinha dito que se pudesse escolher… escolhia que o meu coração gostasse dele… mas o destino assim não o quis… e sem eu dar por ela… já não conseguia deixar de pensar em ti…

Quando o Ex começou a mudar, já não valia a pena… o meu coração já estava “possuído” (como diria um colega dele). E então porque andei com ele de novo? Simples… foi uma relação de 5 anos… senti saudades! Será essa a palavra? Dependência? Não sei o que realmente foi. Só sei que como senti aquilo, imaginei que ainda não estava tudo perdido e que era possível recomeçar…

Fiz-lhe acreditar que isso era possível porque eu também acreditei. E ele acreditou e fez com que o mundo a volta dele acreditasse… só que os sentimentos e pensamentos não alteraram. O fim estava a vista.

E para que esperar para estar contigo, se és o sinal positivo que me amarra a vida. Para poupa-lo do sofrimento? Para lhe dar esperanças?

Quer eu queira quer não, é por minha culpa que ele sofre… e ele não merecia pelo simples facto que ele nunca me fez mal nenhum … muito pelo contrário. Mas é um sofrimento impossível de evitar…

Ate agora nada… nada de mensagem ou sinal dele. Isso é bom? Mau? Que terão falado de mim ontem? … No mínimo…”-Ela não te merece…” Sabem… no fundo acho que eles tem razão, eu não o mereço… eu mereço algo que me faça feliz… e ele também … Vistos que comigo ele não é e jamais será.

Difícil momento… e inevitável… mais cedo ou mais tarde isto teria que acontecer. Sinto muito… sinto mesmo… mas não o vou fazer infeliz para o resto da vida.

E pode não dar certo contigo… mas com ele jamais daria… e disso eu tenho a certeza.

E depois… de toda aquela confusão mental e física… parece impossível… como falas e reages a estas situações… Amigo… antes de mais foste amigo. Adorei… Percebes-te perfeitamente o que senti.

Esta ligação, compreensão e diálogo… que já tinha imaginado… mas nunca imaginei ser possível. Não sei como isto vai acabar… mas sei que se ambos quisermos… conseguimos levar esta relação muito além… além das relações comuns. È o que sinto… Não sentes o mesmo? Penso que sim.

A tua experiência de vida permite-te ver as coisas com outros olhos… como me conheces, torna-te muito mais fácil entender.

Acho que nem ele vai pensar noutra coisa hoje. Com a raiva é capaz de começar a dizer de boca cheia 1001 nomes feios… para que eu fique mal.

Ok… aguento… já estou preparada. Mais cedo ou mais tarde isto tinha que acontecer.

 
Percebo-os a todos e custa como raio…

Que estupidez  minha ter ido lá.

Agora o mal esta feito…
Apetece-me hibernar…
Acordar daqui a metade de uma década

Não diria tanto mas quase.
Que espírito natalício … já não me lembro de um natal tão “Não Natal” como este.
So este e um em que o "MANEL" não estava, e tinha sido um ano mau em termos financeiros…em que mal presentes havia para alegrar a casa…visto que so éramos 3…
Agora podem encher a sala de presnetes que me vou sentir da mesma forma… triste e sozinha.
publicado por My Way às 12:42
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 5 de Dezembro de 2006
Um dia depois da "separação"



Foi uma noite muito complicada… Não te queria ter estragado a noite… mas o whisky batei-me mesmo mal… porque eu antes estava bem.
São mesmo boas pessoas… todos eles…so que há coisas que não posso alterar…
 
5 anos.. Sonhei tanto… sei que sou nova… Mas sonhei tanto… casamento…Filhos…. Tantas e tantas vezes me enchia de alegria por ver aquela mesa repleta de gente… Os pequenos a rir e a brincar… As pessoas a conversar… Uma família como sempre quis… como sempre imaginei…

O facto de ter feito acreditar toda a gente… Que nós iríamos dar certo… Eu acreditei… Ele ontem chamou-me de quase tudo…Impostora … Falsa… Puta (indirectamente), que não fiz nada para a relação melhorar…
A culpa de quem foi?
Minha, dele, dos dois?
Da idd… Da imaturidade… de tudo? De nada?
De toda a gente? D ninguém?
E isto importa?
Não… o que importa é que acabou… não há retorno…
Os sentimentos já não são os mesmos… para que insistir em algo que não tem pernas p andar?

Porque é que ninguém quer entender? É tão fácil,de aceitar pode não ser, mas de compreender…é tão simples.
E toda a gente é “maior” que eu… porque não entendem?
Porque são banais… porque se acomodam, e estão juntos por 1001 motivos… menos por aquele que deviam estar!

Já não me imagino a entrar num altar…
Já não faz sentido… Aquele sonho… Deixou de fazer sentido…

Não é preciso fazer-me de princesa.. cinderela… ou la o que é… basta…juntar-me…

O modo de vida é o mesmo… A união não é mais forte nem mais fraca por causa do casamento… acho que teria que mudar bastante … teria que voltar a acreditar muito… para esta minha ideia sobre o casamento … mudar.

 
Ainda não disse a ninguém. Não quero que me olhei daquela forma detestável… não quero ouvir os mesmo comentários de ele é bom… ele gosta de ti… melhor não arranjas… nha nha nha … nha nha nha!!! Tretas… que não me vão ajudar neste momento… já estou a imaginar quando descobrirem… ou quando eu disser… aqueles estúpidos olhares… que dissem… "Não sabes o que fazes!" "És uma burra!" "Ele tem tudo o que é preciso!!!"
Acho que até zangadas ficam!
Só falta discutirem comigo sobre a minha vida.

 
Ás vezes até queria que tivesse acontecido ao contrário. Que fosse ele a deixar-me … A ter outra pessoa… Acho que o sentimento de “culpa” seria mais fácil de suportar…
Eu posso não ter culpa… mas o facto de ter sido eu a acabar … dá-me aquela sensação de culpa…

 
Fazes-me sentir tão bem… é o único pedacinho de tempo que realmente vale a pena. Sorrir… “desde dos 11 anos que não te vejo sorrir….” Pergunto-me o que se terá passado nessa altura… Eu penso que comecei a pensar mais na vida.. Acordei … tive consciência de muita coisa… Quis mudar as pessoas… Imaginava 1001 estratagemas para “juntar”a família…

Lembro-me de me zangar com alguém porque a Maria e a mãe desse alguém andaram á bulha… lembro-me da revolta que senti por o "Perfeito" ter assistido a tudo… tão pequenino… senti-me impotente… depois fui falar com esse alguém (andava no 4º ano) e disse-lhe que ela não tinha culpa das outras se terem zangado… não valia a pena estarmos assim… tão perto…e a partir daí..tão longe… não nos podíamos falar… encontrávamo-nos ás escondidas. Depois sempre a lutar pelo que acredito ser o mais correcto… só que agora acho que é como me disse alguém… “Sinto mais responsabilidade …” e na minha opinião mais medo d falhar…

 
Tudo isto tem que valer a pena… ou pelo menos tem que durar muito… acho que com ele não era feliz nunca mais… Mas isso de voltar a falhar… Voltar a cair… Não … Não posso pensar sequer nisso… tem e vai valer a pena. Pois acho que tão cedo não teria forças para me por a pé.

 
Sinto-me vazia…vazia é mesmo o termo…para além de não estar preenchida penso que falta qualquer coisa e não sei explicar o quê… Não é do nosso sentimento… acho que tem a ver com o trabalho e sem o "Perfeito" a minha beira… Sinto-me desamparada… desprotegida… incompreendida… Não sei! É difícil explicar...

 
Ex Ex… Toda a gente fala dele!
Isso ainda me irrita mais…. Não quero que falem…
Hoje um cliente disse que eu tinha uns olhos tristes..Ainda brinquei com ele e tudo mas ele notou… Era um velhotezinho… fixe … por acaso simpatizo muito com ele. As pessoas que estão comigo… ou não perguntam porque não querem … ou não notam…. E este cliente notou e me conhece. Ele a dizer… É mais uma zanga isso passa …. Nos muito vezes não lhe damos o carinho necessário… e não compreendemos que por vezes vos também tendes um dia mau… …
 

As vezes dá-me vontade de por uma pedra em tudo e em todos – não olhar para trás … Seguir normalmente a minha vida como se nada fosse… fazer de tudo para sorrir …

“Eu gostava de ser como tu… Não ter asas e poder voar…” era isso que eu queria…

 
Não faço a mais pequena ideia de como te sentis-te ontem… acho que na tua pele não me sentiria muito bem… O que pensas-te? O que foi que sentis-te comigo naquele estado … e principalmente por aquele motivo… Acredito que ate tu tiveste um pouco de dificuldade em lidar com aquilo…. Apesar de saberes muito bem como me estava a sentir.

 
E de repente sinto o mundo ao contrario… nada é o que parece… já nada é igual, nem parecido… tudo mudou… que sensação estranha…

 
Agora sinto-me com sono… A vontade era mesmo fechar-me num quarto…dormir ate me fartar e ficar por lá… sem nada sem ninguém….

 
Completamente entristecida … como se supera isto…como dar uma noticia destas ao mundo de forma natural que não exija nenhuma mudança ou recriminação … possívelmente não há .

Hoje ate o tempo esta solidário comigo… enquanto eu choro por dentro… as lágrimas caiem lá fora… apetecia-me pôr-me debaixo dela… não ir trabalhar…. Meter-me lá debaixo e ficar lá… até que meu corpo gelasse… sentir isso na pele… e depois tirar a roupa e vestir um quentinha…deitar-me e tão cedo não acordar…
 

Acho que é uma desilusão comigo própria… Um género de – “Não acredito o que me esté a acontecer”!...

Só sei que me sinto bem contigo… Que seja lá o que este sentimento for, é forte, especial, e abre-me portas… Da felicidade espero….

 
Estou com esperanças que agora contas os teus pensamentos mais depressa.. Que não te prives do que realmente sentes ou do que me queres dizer…
E ainda me deves um texto teu…
Esse tou ansiosa para o ler… Não imagino o que lá vais escrever.

 
O teu rosto os teus olhos… Perco-me contigo… Olhar-te bem profundo … Desviar o olhar quando é intenso, de tal modo que pareço não aguentar fixa-los. As vezes penso que é medo de sentir isso de novo…de o viver em pleno… o pior é que não sei “vive-lo” de outra forma. Tenho medo que tudo se volte a repetir de novo… no sentido de falhar uma relação… são coisas que estão sempre a acontecer… e se tiver que acontecer … acontecera… mas é difícil aceitar que pode falhar.

Acho que é o pessimismo a falar por mim…
------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
E não é que ele escreveu algo?!!!!
 
O meu texto para ti ...
De mim conhecendo-me como conheço ... quando gosto assim de alguém e dado ao pouco tempo que te conheço ( não sei se já aconteceu, mas duvido  )... podes esperar o melhor de mim sem lamentações ... mas com aquele olhar intenso que diz tudo (mas mesmo TUDO) ... sou adulto mas contigo ... sinto-me por vezes uma criança ... por isso só pode ser por um motivo ... descobri que te ADORO na verdadeira ascensão da palavra...
publicado por My Way às 12:35
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
.posts recentes

. Adeus blog... Olá amigos.

. Obrigado por me magoares....

. Infeliz

. Amor Diferente

. Uma Forma de Amar

. Num Inferno, Perto do Céu

. Desejo Carnal

. Estou contigo, sempre con...

. Calmante

. Reforça a palavra "Amar"

. Momento Vigoroso

. Peço-te Desculpa

. Nova Imagem de "I smile b...

. No fim de uma noite.

. Lista para seres perfeito...

. Fazes parte de mim.

. Pedaço de mim que fica, p...

. 1º Beijo

. Mensagens Unidas...

. Obrigado

. O porquê da Loucura e o A...

. Aqui está o verdadeiro e ...

. Momento guardado para sem...

. Ele sente o mesmo...

. TU

. Certezas

. Perto do Natal!!!

. Mais um dia... e mais sau...

. No mínimo embaraçoso!

. Um dia depois da "separaç...

.arquivos

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds