Terça-feira, 5 de Dezembro de 2006
Um dia depois da "separação"



Foi uma noite muito complicada… Não te queria ter estragado a noite… mas o whisky batei-me mesmo mal… porque eu antes estava bem.
São mesmo boas pessoas… todos eles…so que há coisas que não posso alterar…
 
5 anos.. Sonhei tanto… sei que sou nova… Mas sonhei tanto… casamento…Filhos…. Tantas e tantas vezes me enchia de alegria por ver aquela mesa repleta de gente… Os pequenos a rir e a brincar… As pessoas a conversar… Uma família como sempre quis… como sempre imaginei…

O facto de ter feito acreditar toda a gente… Que nós iríamos dar certo… Eu acreditei… Ele ontem chamou-me de quase tudo…Impostora … Falsa… Puta (indirectamente), que não fiz nada para a relação melhorar…
A culpa de quem foi?
Minha, dele, dos dois?
Da idd… Da imaturidade… de tudo? De nada?
De toda a gente? D ninguém?
E isto importa?
Não… o que importa é que acabou… não há retorno…
Os sentimentos já não são os mesmos… para que insistir em algo que não tem pernas p andar?

Porque é que ninguém quer entender? É tão fácil,de aceitar pode não ser, mas de compreender…é tão simples.
E toda a gente é “maior” que eu… porque não entendem?
Porque são banais… porque se acomodam, e estão juntos por 1001 motivos… menos por aquele que deviam estar!

Já não me imagino a entrar num altar…
Já não faz sentido… Aquele sonho… Deixou de fazer sentido…

Não é preciso fazer-me de princesa.. cinderela… ou la o que é… basta…juntar-me…

O modo de vida é o mesmo… A união não é mais forte nem mais fraca por causa do casamento… acho que teria que mudar bastante … teria que voltar a acreditar muito… para esta minha ideia sobre o casamento … mudar.

 
Ainda não disse a ninguém. Não quero que me olhei daquela forma detestável… não quero ouvir os mesmo comentários de ele é bom… ele gosta de ti… melhor não arranjas… nha nha nha … nha nha nha!!! Tretas… que não me vão ajudar neste momento… já estou a imaginar quando descobrirem… ou quando eu disser… aqueles estúpidos olhares… que dissem… "Não sabes o que fazes!" "És uma burra!" "Ele tem tudo o que é preciso!!!"
Acho que até zangadas ficam!
Só falta discutirem comigo sobre a minha vida.

 
Ás vezes até queria que tivesse acontecido ao contrário. Que fosse ele a deixar-me … A ter outra pessoa… Acho que o sentimento de “culpa” seria mais fácil de suportar…
Eu posso não ter culpa… mas o facto de ter sido eu a acabar … dá-me aquela sensação de culpa…

 
Fazes-me sentir tão bem… é o único pedacinho de tempo que realmente vale a pena. Sorrir… “desde dos 11 anos que não te vejo sorrir….” Pergunto-me o que se terá passado nessa altura… Eu penso que comecei a pensar mais na vida.. Acordei … tive consciência de muita coisa… Quis mudar as pessoas… Imaginava 1001 estratagemas para “juntar”a família…

Lembro-me de me zangar com alguém porque a Maria e a mãe desse alguém andaram á bulha… lembro-me da revolta que senti por o "Perfeito" ter assistido a tudo… tão pequenino… senti-me impotente… depois fui falar com esse alguém (andava no 4º ano) e disse-lhe que ela não tinha culpa das outras se terem zangado… não valia a pena estarmos assim… tão perto…e a partir daí..tão longe… não nos podíamos falar… encontrávamo-nos ás escondidas. Depois sempre a lutar pelo que acredito ser o mais correcto… só que agora acho que é como me disse alguém… “Sinto mais responsabilidade …” e na minha opinião mais medo d falhar…

 
Tudo isto tem que valer a pena… ou pelo menos tem que durar muito… acho que com ele não era feliz nunca mais… Mas isso de voltar a falhar… Voltar a cair… Não … Não posso pensar sequer nisso… tem e vai valer a pena. Pois acho que tão cedo não teria forças para me por a pé.

 
Sinto-me vazia…vazia é mesmo o termo…para além de não estar preenchida penso que falta qualquer coisa e não sei explicar o quê… Não é do nosso sentimento… acho que tem a ver com o trabalho e sem o "Perfeito" a minha beira… Sinto-me desamparada… desprotegida… incompreendida… Não sei! É difícil explicar...

 
Ex Ex… Toda a gente fala dele!
Isso ainda me irrita mais…. Não quero que falem…
Hoje um cliente disse que eu tinha uns olhos tristes..Ainda brinquei com ele e tudo mas ele notou… Era um velhotezinho… fixe … por acaso simpatizo muito com ele. As pessoas que estão comigo… ou não perguntam porque não querem … ou não notam…. E este cliente notou e me conhece. Ele a dizer… É mais uma zanga isso passa …. Nos muito vezes não lhe damos o carinho necessário… e não compreendemos que por vezes vos também tendes um dia mau… …
 

As vezes dá-me vontade de por uma pedra em tudo e em todos – não olhar para trás … Seguir normalmente a minha vida como se nada fosse… fazer de tudo para sorrir …

“Eu gostava de ser como tu… Não ter asas e poder voar…” era isso que eu queria…

 
Não faço a mais pequena ideia de como te sentis-te ontem… acho que na tua pele não me sentiria muito bem… O que pensas-te? O que foi que sentis-te comigo naquele estado … e principalmente por aquele motivo… Acredito que ate tu tiveste um pouco de dificuldade em lidar com aquilo…. Apesar de saberes muito bem como me estava a sentir.

 
E de repente sinto o mundo ao contrario… nada é o que parece… já nada é igual, nem parecido… tudo mudou… que sensação estranha…

 
Agora sinto-me com sono… A vontade era mesmo fechar-me num quarto…dormir ate me fartar e ficar por lá… sem nada sem ninguém….

 
Completamente entristecida … como se supera isto…como dar uma noticia destas ao mundo de forma natural que não exija nenhuma mudança ou recriminação … possívelmente não há .

Hoje ate o tempo esta solidário comigo… enquanto eu choro por dentro… as lágrimas caiem lá fora… apetecia-me pôr-me debaixo dela… não ir trabalhar…. Meter-me lá debaixo e ficar lá… até que meu corpo gelasse… sentir isso na pele… e depois tirar a roupa e vestir um quentinha…deitar-me e tão cedo não acordar…
 

Acho que é uma desilusão comigo própria… Um género de – “Não acredito o que me esté a acontecer”!...

Só sei que me sinto bem contigo… Que seja lá o que este sentimento for, é forte, especial, e abre-me portas… Da felicidade espero….

 
Estou com esperanças que agora contas os teus pensamentos mais depressa.. Que não te prives do que realmente sentes ou do que me queres dizer…
E ainda me deves um texto teu…
Esse tou ansiosa para o ler… Não imagino o que lá vais escrever.

 
O teu rosto os teus olhos… Perco-me contigo… Olhar-te bem profundo … Desviar o olhar quando é intenso, de tal modo que pareço não aguentar fixa-los. As vezes penso que é medo de sentir isso de novo…de o viver em pleno… o pior é que não sei “vive-lo” de outra forma. Tenho medo que tudo se volte a repetir de novo… no sentido de falhar uma relação… são coisas que estão sempre a acontecer… e se tiver que acontecer … acontecera… mas é difícil aceitar que pode falhar.

Acho que é o pessimismo a falar por mim…
------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
E não é que ele escreveu algo?!!!!
 
O meu texto para ti ...
De mim conhecendo-me como conheço ... quando gosto assim de alguém e dado ao pouco tempo que te conheço ( não sei se já aconteceu, mas duvido  )... podes esperar o melhor de mim sem lamentações ... mas com aquele olhar intenso que diz tudo (mas mesmo TUDO) ... sou adulto mas contigo ... sinto-me por vezes uma criança ... por isso só pode ser por um motivo ... descobri que te ADORO na verdadeira ascensão da palavra...
publicado por My Way às 12:35
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
.posts recentes

. Adeus blog... Olá amigos.

. Obrigado por me magoares....

. Infeliz

. Amor Diferente

. Uma Forma de Amar

. Num Inferno, Perto do Céu

. Desejo Carnal

. Estou contigo, sempre con...

. Calmante

. Reforça a palavra "Amar"

. Momento Vigoroso

. Peço-te Desculpa

. Nova Imagem de "I smile b...

. No fim de uma noite.

. Lista para seres perfeito...

. Fazes parte de mim.

. Pedaço de mim que fica, p...

. 1º Beijo

. Mensagens Unidas...

. Obrigado

. O porquê da Loucura e o A...

. Aqui está o verdadeiro e ...

. Momento guardado para sem...

. Ele sente o mesmo...

. TU

. Certezas

. Perto do Natal!!!

. Mais um dia... e mais sau...

. No mínimo embaraçoso!

. Um dia depois da "separaç...

.arquivos

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds